Paulo Galo é libertado pela Justiça

Paulo Galo é preso em SP

Tribunal de Justiça de São Paulo determinou nesta terça (10) a soltura do motoboy e integrante do movimento Revolução Periférica Paulo Roberto da Silva Lima.

LEIA – Galo Livre! Por Valter Pomar

Conhecido como Galo, o militante foi solto após 14 dias de prisão.

LEIA MAIS – Elite que persegue Paulo Galo é descendente dos bandeirantes

Também tiveram a prisão revogada o motorista Thiago Vieira Zem, dono do veículo em que os pneus usados no incêndio foram transportados, e o motorista Danilo Silva de Oliveira, que admitiu ter participado dos incêndios, mas nega ter ateado fogo nos pneus.

“Os acusados residem na comarca, constituíram defesa e colaboraram com a investigação. Eventual móvel político não interessa neste momento à Justiça Criminal. Por todo o exposto, não há como se presumir que a soltura dos réus traga danos à ordem pública, prejudique a instrução criminal ou frustre a aplicação da lei penal”, afirma o juiz Eduardo Pereira Santos Júnior em sua decisão.

Confira a decisão judicial abaixo.