Negacionista, Djokovic confirma que perderá dois torneios por falta de vacina

Negacionista, Djokovic confirma que perderá dois torneios por falta de vacina
Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (9), o tenista sérvio Novak Djokovic comunicou que não participará de dois torneios nos Estados Unidos por não estar vacinado contra a Covid-19. O negaionista vai perder a disputa do Masters 1.000 de Indian Wells e o Miami Open.

“Enquanto eu estava automaticamente listado no sorteio @BNPPARIBASOPEN e @MiamiOpen , eu sabia que seria improvável que eu pudesse viajar. O CDC confirmou que os regulamentos não serão alterados, então não poderei jogar nos EUA. Boa sorte aos que jogam nestes grandes torneios”, disse o vencedor de 20 títulos em torneios de Grand Slam, em seu Twitter.

Djokovic caiu recentemente para n.º 2 do ‘ranking’ mundial de tênis. Ele só jogou em um torneio este ano porque não tomou nenhuma dose contra a Covid-19. Nas disputas que perderá, ele será substituído pelo do búlgaro Grigor Dimitrov, atual 35º do ranking. O lugar de Dimitrov será ocupado por um tenista que não conseguiu se classificar nas qualificatórias.

Leia mais:

1- Russos atacam hospital infantil e deixam 3 mortos, diz Ucrânia

2- Secretário de Estado diz que americanos têm ‘conjunto de interesses’ com a Venezuela

3- Negociação por cessar-fogo acaba sem acordo entre Rússia e Ucrânia

Djokovic barrado

Em janeiro, o sérvio também teria sido deportado da Austrália após perder um recurso judicial na tentativa de permanecer no país. O governo local cancelou o visto do tenista e o impediu de participar do Australian Open por não estar vacinado contra a Covid-19. Na ocasião, o tenista se disse “extremamente decepcionado”.

Rafael Nadal acabou por ganhar o Open da Austrália, no seu 21.º em torneios de Grand Slam, afastando-se de Djokovic e Roger Federer.

Nesta temporada, o sérvio só disputou o ATP 500 de Dubai, que não exige a apresentação do comprovante de vacinação. Djokovic chegou às quartas de final da competição. Em abril de 2020, quando a pandemia se agravou, o tenista disse que se opunha à exigência de ser vacinado para viajar.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link