Lula cobra investigação de “quadrilha na educação”

Lula cobra investigação de “quadrilha na educação”
Ex-presidente Lula
Foto: Amanda Perobelli / Reuters

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cobrou hoje (24) uma investigação no Ministério da Educação após o escândalo dos últimos dias. O ministro, Milton Ribeiro, teria beneficiado a pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL) dois pastores no MEC.

No Twitter, o ex-presidente questionou onde estaria a investigação: “Os governos que mais criaram instrumentos de fiscalização foram os governos do PT. Por que não aparece denuncia de alguns governos? Porque se nada é investigado, não aparece corrupção. Agora mesmo estão denunciando uma quadrilha na educação, mas onde está a investigação?”

Lula é pré-candidato à presidência de República e segue na liderança de intenções de voto com 43%. Logo depois, Bolsonaro vem com 26%, segundo a pesquisa Datafolha divulgada hoje (24).

Leia mais:

1- Milton Ribeiro se reuniu com pastor que pediu propina, mesmo depois de denúncia

2- Milton Ribeiro manteve esquema com pastores, mesmo após denúncia

3- O Escândalo no MEC

Gabinete paralelo do Ministro da Educação será investigado

A pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, o Supremo Tribunal Federal (STF) irá investigar o gabinete paralelo no MEC. A ministra Cármen Lúcia foi a escolhida para ser a relatora do caso. A informação foi divulgada no site oficial da Corte na noite de ontem (23).

A crise teve início com a divulgação de áudios obtidos pela Folha de S. Paulo que confirmam a influência de dois pastores, Gilmar Santos e Arilton Moura, na liberação de verbas do MEC. Na gravação, o ministro admite privilegiar o encaminhamento de recursos a prefeituras indicadas pelos líderes evangélicos a pedido de Bolsonaro.

“Foi um pedido especial que o presidente da República fez para mim sobre a questão do [pastor] Gilmar”, disse Milton Ribeiro durante reunião com prefeitos e os dois pastores. “Minha prioridade é atender primeiro os municípios que mais precisam e, em segundo, atender a todos que são amigos do pastor Gilmar”.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link