Apoie o DCM

Ex-ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio não votou na PEC do voto impresso

Jair Bolsonaro e o ex-ministro Marcelo Álvaro Antônio em cerimônia no Planalto. Foto: Pablo Jacob

O ex-ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, não se posicionou na votação da PEC do voto impressa na Câmara nesta terça (10).

O voto não foi computado, apesar do deputado ter marcado presença na sessão e ter votado em deliberações anteriores ao projeto.

Ele justificou que o aplicativo que registraria sua posição não funcionou na hora.

Marcelo já havia se posicionado a favor do voto impresso nas redes sociais anteriormente.

O deputado foi demitido da pasta no ano passado por conta de seu envolvimento com o laranjal do PSL.

Leia também: Antes de ser demitido, ministro do Turismo quase saiu na mão com o general Ramos