Bolsonaro quer transformar TV aberta em espaço de evangélicos

Jair Bolsonaro com religiosos
Bolsonaro quer reconquistar religiosos
Foto: Reprodução/Carta Capital

O presidente Jair Bolsonaro (PL), segundo a última pesquisa de intenção de voto da XP/Ipespe, tem perdido seu apoio dentro da religião evangélica, que antes era considerado seu maior eleitorado. Para reconquistar seus seguidores, o líder tem apoiado um Projeto de Lei que pretende liberar diversos sinais de TV aberta para igrejas.

O responsável pelas negociações do plano dentro do Congresso é o deputado federal Arthur Lira, presidente da Câmara. A previsão é que, com a aprovação, sejam liberados 25 novos canais de TV aberta para variadas denominações evangélicas.

Apesar de grande movimentação, a lei lida com uma concessão pública, então para interseção de Lira, inúmeros pastores e representações o têm procurado pessoalmente para que o deputado acelere a votação. A previsão é de que a PL seja apreciada ainda nesta quarta-feira (23).

O projeto é sugestão de um deputado evangélico ligado à denominação Assembleia de Deus. Essa sendo a maior instituição religiosa protestante do país, tendo mais de 3 milhões de membros. A quantidade de canais liberados pela aprovação seriam capazes de levar o conteúdo religioso a quase todo território nacional.

Leia mais:

1 – Senado prorroga Lei Aldir Blanc por mais 5 anos e aguarda sanção de Bolsonaro

2 – PL toma ação sobre pré-candidatura de Bolsonaro para evitar “problemas jurídicos”

3 – VÍDEO: Pastor que pediu propina sobre mandato de Bolsonaro: “É nosso”

Bolsonaro ainda tem apoio de alguns evangélicos, é o caso do pastor Arilton Moura

Tem circulado nas redes sociais um vídeo onde um dos pastores envolvidos no caso de “gabinete paralelo” aparece falando sobre o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e também do presidente Jair Bolsonaro (PL). O vídeo é de 7 de agosto de ano passado, em evento na Bahia.

“Por isso quis trazer o nosso ministro, irmão e parceiro ao nosso município […] Esse é o nosso governo, é o governo do presidente Jair Bolsonaro. Nós queremos fazer um governo diferente”, complementou o líder religioso expressando seu contentamento com o atual governo.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link