Alckmin vai apresentar plano de governo para Lula

Alckmin e Lula
Alckmin e Lula

Nesta quarta-feira (23), o ex-governador de SP Geraldo Alckmin se filia ao PSB para formar uma chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com o Intercept Brasil, Alckmin tem em mãos um documento com propostas para o programa de governo da dupla. Em entrevistas, o petista tem afirmado que o ex-tucano não será um vice decorativo e que terá uma participação ativa caso eles saiam vitoriosos.

O texto é embasado nos planos de governo do próprio Alckmin em 2006, quando enfrentou o próprio Lula nas eleições presidenciais. O documento deve ser apresentado somente após a formação da chapa, possivelmente no final de abril ou início de maio. O ex-governador já revelou a aliados que não há muita discordância entre os pontos genéricos do plano e as propostas apresentadas pelo PT até agora.

Indo na mesma linha de Lula, Geraldo tem defendido “incluir o pobre no orçamento e o rico no imposto”. Para ele, a campanha de PT e PSB precisa se concentrar em dois pontos: a defesa da democracia e a recuperação econômica, através principalmente da geração de empregos.

LEIA MAIS:

1- Agenda de Lula vaza em grupos bolsonaristas e sobe desconfiança sobre infiltrado

2- VÍDEO: Na CNN, Monalisa Perrone dá pito em Dallagnol quando debochava de Lula

3- Fãs de Dallagnol doam dinheiro ao padre Julio achando que era para pagar indenização a Lula

Como está dividido o plano de Alckmin

Geraldo Alckmin se filia ao PSB
Geraldo Alckmin se filia ao PSB

Alckmin tem se posicionado a favor de um começo forte da nova gestão. “Tem que chegar com todas as reformas já no dia 1º de janeiro. É para chacoalhar a goiabeira”, disse ele a aliados, de acordo com Intercept. “A única vantagem do sistema presidencialista é que o eleito assume com a força de 70 milhões de votos. É muita força. Tem que aproveitar isso”.

O programa do futuro vice de Lula está dividido em dois eixos, o político e o econômico. No primeiro, o ex-tucano apoia uma reforma partidária profunda. Ele quer reduzir a um terço os mais de 30 partidos existentes hoje no país, além da adoção do voto distrital misto. Segundo Alckmin, o sistema reduziria o poder de líderes religiosos e “novos coronéis” sobre o eleitorado.

No econômico, ele sugere uma agenda para melhorar a competitividade do Brasil no exterior. Para isso, recomenda a simplificação do sistema tributário, ações de desburocratização, combate aos privilégios no funcionalismo público, redução dos custos do capital para investimentos. Além disso, quer o incentivo a setores que são grandes geradores de emprego, como a construção civil.

VÍDEO – Alckmin se filia ao PSB e se derrete por Lula: “É ele”

O ex-governador de São Paulo se filiou nesta qurta-feira (23) ao PSB e realizou seu primeiro discurso. Alckmin se derreteu pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Enfatizou que ele “é, hoje, aquele que melhor reflete o sentimento de esperança do povo brasileiro.”

A entrada de Geraldo no PSB é mais um passo importante para a formação de uma chapa com Lula para a disputa da presidência. As negociações para que o ex-tucano e ex-adversário do petista seja seu vice nas eleições deste ano vêm se desenrolando nos últimos meses.

Veja um trecho do discurso:

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link