Alckmin nega caixa 2 e critica imprensa por “acusações injustas”

Alckmin nega caixa 2 e acusa imprensa de "acusações injustas". Foto de Alkmin com expressão de preocupação no rosto, ele usa terno preto.
Alckmin disse em nota que “lamenta versões irresponsáveis e acusações injustas”. Foto: Evaristo Sá / AFP

O ex-governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) negou caixa 2 e disse que a imprensa fez “acusações injustas”. O político rebateu, nesta quarta (16), a delação premiada de um ex-presidente da Ecovias que declarou, em 2020, ter pago cerca de R$ 3 milhões para as campanhas do ex-tucano, de forma ilegal.

A Ecovias é uma empresa responsável por administrar o sistema Anchieta-Imigrantes, que liga a cidade de São Paulo ao litoral sul paulista. Os trechos da delação foram inicialmente divulgados pelo jornal Folha de SP.

Leia mais:

1 – PSB estipula data para filiar do ex-governador de SP

2 – Cauteloso, Lula ainda não confirma chapa com Alckmin

3 – VÍDEO: Ciro Gomes acusa Boulos de ser aliado de Alckmin

Alckmin nega caixa 2 e diz que imprensa faz “acusações injustas”

Em nota divulgada no Twitter, o ex-governador disse que “não conhece os termos da colaboração, mas sabe que a versão divulgada não é verdadeira” e que “todas as contas foram efetuadas sob fiscalização da Justiça Eleitoral e do próprio MP”.

Alckmin falou ainda que “lamenta que, depois de tantos anos, mas em novo ano eleitoral, o noticiário seja ocupado por versões irresponsáveis e acusações injustas”, e “seguirá prestando contas para a sociedade e para a Justiça, como é dever de todos”.

 

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link